• Equipe ContraForma

O site da ContraForma está no ar

Atualizado: 9 de ago. de 2021




Em tipografia a contraforma é a parte negativa da letra, o espaço que preenche a forma e permite a leitura do símbolo fonético. Significa também que toda forma é dual - possui o campo semântico claro e lido de imediato, mas também um outro campo, contra-semântico ou até mesmo contra-lógico. A contraforma não é apenas a parte invisível da letra, mas a parte da leitura que não percebemos, mas que sem ela a compreensão e o sentido não são possíveis.


A ContraForma comunicação nasceu da ideia de comunicar para além da forma. Em tempos digitais podemos dizer que o modo como nos comunicamos é cada vez mais híbrido, conexo, moldável, sem forma definida. Um blog pode se tornar em livro, um livro pode ter seus capítulos convertidos em posts para redes sociais, imagens podem ser lidas como narrativa ficcional e a ficção tradicional pode ser aplicada aos memes e gírias da web.


A combinação de canais, formas, estilos, vozes e ideias é o que há de melhor na comunicação digital. Mas nem sempre essa cacofonia de estilos e meios é bem aproveitada. Há quem considere a internet um terreno poluído. Isso, como podemos pressentir, não é uma verdade absoluta. Há tantos livros de papel ruins quanto blogs. O que faz a qualidade do conteúdo, hoje, ontem e sempre, é o criador e sua relação com a informação que deseja transmitir.


Acreditamos que bons conteúdos nascem de boas ideias e que boas ideias nascem da troca. A ContraForma é isso: um espaço digital de trocas focado na comunicação digital sem preconceitos linguísticos, estilísticos ou conceituais.


Tudo pode ser misturado com tudo. Memes e Shakespeare, arte clássica e tweets, marketing de conteúdo e poesia. O meio é a mensagem. O conteúdo transcende a forma. Nosso trabalho é criar um caminho seguro para criadores, artistas, marcas e instituições que desejem se expressar com pixels. E o nosso entusiasmo é tão grande quanto a própria web.